skip to Main Content

Recomeçar

A volta às aulas é um momento tratado com muito cuidado por nós. Alunos e alunas buscam reorganizar, junto às famílias, a nova rotina de cursos e atividades; entram ou saem de determinados horários, afirmam predileções por amizades e professores e, nesse emaranhado, fazem uma aposta: “vamos por ali”.

Assim, é fundamental poder acolher os novos grupos que se formam, que podem ser mais ou menos parecidos com o do ano anterior, e mais ou menos heterogêneos. Cabe ao professor/a, em nossa concepção, muito mais um planejamento de atividades que busque, como dizemos, ‘dar uma certa liga’ na turma do que exigir determinada técnica por agora.

Além disso é importante ressaltar, também, que as crianças e adolescentes que não mudaram de faixa etária não irão, necessariamente, aprender algo novo, mas sim amadurecer o que foi conquistado e, se for o caso, até recuperar aquilo que não foi amadurecido a contento – seja no campo social, psicomotor ou de habilidades.

O conjunto de informações acima acaba por dar contornos a uma proposta de educação esportiva que mira, antes do desempenho técnico (e mesmo como base dele), uma socialização efetiva e a contento: saber fazer novas amizades, resolver conflitos que aconteçam, buscar companheiros e professores em caso de ajuda, sentir-se, enfim, num ambiente confiável.

Tal ambiente é aquele que, por experiência, sabemos que irá favorecer as aprendizagens, dado que as possibilidades de erro ou falha individuais num treino – e, mais tarde, numa competição – não inibirão o sujeito mas, ao contrário, serão tomados como a experiência necessária no processo de amadurecer habilidades e gestuais esportivos.

Tudo isso para reafirmar nosso compromisso com o tempo do amadurecimento infanto-juvenil que, ao contrário de certo frenesi que temos vivido, necessita de coisas simples como novas e antigas amizades, bons lugares para se estar, e um sentimento de conforto que não é acomodação.

Essa é a base da confiança, em si e no grupo, que buscamos neste início de ano e que, com toda certeza, é o alicerce do melhor panorama que o esporte infanto-juvenil tem a oferecer.

Aquele abraço, saudações esportivas

 

This Post Has One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top