skip to Main Content
Chutebol 20 Anos

Chutebol 20 anos

O Projeto Chutebol, fundado na primavera de 2001, completará vinte anos de existência dentro de alguns meses.

Curioso e intrigante é o contexto no qual nos encontramos, todos. O elemento norteador de nossa proposta, a brincadeira como solo firme para a saúde psicomotora e a socialização infantil, tem vivido entrecortada – quando não paralisada – pela pandemia do Coronavírus.

Esta situação, inimaginável até pouco tempo atrás, exigiu e tem exigido de nós, ao invés de um recuo, uma aposta em dobro.

A manutenção de um ambiente acolhedor, nas condições atuais, impõe desafios sanitários e protocolares no intuito de preservar possibilidades mínimas de movimentos e do próprio brincar em si. Um brincar mais distante, evitando o quanto possível o toque, o corpo das outras pessoas, algo ainda mais difícil considerando-se as características calorosas dos brasileiros e dos cariocas em particular.

Com tudo isso, assentados em vinte anos de trabalho duro, lembramos: é preciso avançar. Mas, nos dias de hoje, o que isso significa?

Em meio aos riscos da pandemia, e à força do mundo virtual que irrompe e mistura-se ao cotidiano, insistimos que avançar significa, mais do que nunca, priorizar o tempo e o espaço para a brincadeira infantil. Ela é condição essencial de saúde psicomotora e da possibilidade de preservação, por parte da criança, da ilusão necessária de controlar seu próprio mundo.

Em meio à condição traumática geral imposta pela pandemia, é necessário preservar, tanto quanto possível, todas as possibilidades para que meninos e meninas consigam cultivar alguma normalidade em seus universos pessoais: fantasiar, fabular, fazer, inventar.

O melhor anteparo que os adultos podem dar, neste sentido, é lançar mão de um olhar atento e carinhoso para a necessidade destes momentos, nos quais uma ilusão benfazeja de normalidade, ou algo que o valha, possa tranquilizar e dar esperança às crianças.

Tentamos fazer isso numa quadra de futebol – e convidamos amigos e familiares a proporcionarem e sustentarem tais ambientes, sempre que possível.

Saudações esportivas,

Aquele abraço

This Post Has 7 Comments
  1. Oi Rodrigo, quanto tempo. Vc não sabe como tenho saudades do tempo que levava meu menino para o Chutebol. Queria muito que ele voltasse, mas a pandemia não nos deixa. Vi que vc escreveu um livro mais direcionado para as crianças, é isso mesmo ? Espero que vcs estejam bem e que o projeto continue forte. Grande abraço , Ana

  2. Belo projeto, não deixe de celebrar presencialmente, assim que possível, quem sabe no segundo semestre. Vamos torcer para que a vacinação dê uma acelerada e possamos estar juntos, será um prazer. Admiro sua determinação e comprometimento!

    PARABÉNS E VIVA O PROJETO CHUTEBOL!!!!

    Um brinde virtual.

    Beijos de alegria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top