skip to Main Content

As mesmas coisas

As coisas não querem mais ser vistas por pessoas
razoáveis:
Elas desejam ser olhadas de azul – 
Que nem uma criança que você olha de ave.
(Manoel de Barros, O Livro das Ignorãças, 1993)
This Post Has 5 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top