skip to Main Content

Crianças mais fracas

“Uma infância dominada por videogames, tv e computadores está deixando toda uma geração de crianças mais fracas, como comprovou, pela primeira vez, uma pesquisa realizada no Reino Unido. 
O estudo, liderado por Gavin Sandercock, especialista em educação física de crianças da Universidade de Essex, comparou em 2008 o desempenho em atividades comuns de um grupo de 315 meninos e meninas britãnicos de 10 anos com o de outro grupo de 309 da mesma idade em 1998, e constatou que a nova geração não consegue realizar os exercícios com a mesma facilidade ou desempenho (…).

De acordo com o artigo publicado no periódico ‘Acta Paediatrica’, as crianças de 2008 (…) foram menos capazes de sustentar o próprio peso do corpo (…) e apresentaram força menor nos braços e na empunhadura do que as avaliadas 10 anos antes (…).
Trepar em árvores e subir cordas costumava ser uma atividade padrão das crianças, mas as autoridades escolares e a cultura da superproteção se uniram para tirar o vigor de nossas crianças – avaliou Tam Fry, da Fundação para o Crecimento das Crianças (…). Essas atividades tipicamente aumentavam a força das crianças, fazendo com que elas fossem, por exemplo, capazes de levantar e sustentar seu próprio peso corporal.

[Adaptado de O Globo, Ciência & Saúde, 29/05/2011]

This Post Has 3 Comments
  1. Teus estudos e as dicas são bem bacana. Fazem parte do diferencial da tua escolinha.

    Andei vendo e baixando algumas fotos de torneios no blog. Emocionante!

    Abração
    Maurício

  2. É impressionante a singularidade deste blog.
    Aqui encontramos ciência, pesquisa, educaçao, poesia e diversão tudo isso cuidadosamente orquestrado.
    É vísivel o cuidado e o carinho como os posts sao escritos.
    Confesso nao ser leitora de blogs, mas como trabalho com educaçao de crianças e jovens adolescentes atualmente uso as informaçoes postadas aqui como material de suporte didático nos meus cursos.
    Parabéns aos organizadores deste espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top