skip to Main Content
Competindo Em 2019

Competindo em 2019

O ano vai caminhando e, afinal, vamos entrando no período de competições. Nesse momento parece importante explicar tudo bem explicadinho, vamos lá!

As turmas da faixa etária de cinco até sete anos não disputam nenhuma, rigorosamente nenhuma competição ao longo do ano. O jogo de futsal em si, no decorrer das aulas, já funciona como estímulo competitivo suficiente, em nossa metodologia, para a idade.

O choro, a raiva, as desavenças, tudo isso vai podendo ser vivido e elaborado sem o ‘a mais’ da disputa de taças. É um cuidado que nós temos, apoiados na literatura específica e em nossa própria experiência.

A partir dos oito anos, temos então quatro etapas de competição.

A primeira etapa eles já estão jogando, é o Torneio à Vera: dentro da própria turma, no cotidiano das aulas, fazemos duas grandes equipes que, ao longo de um mês inteiro, disputam pontos no momento do jogo. A equipe que fizer mais pontos ao longo do mês é campeã (tem tabelão de pontos corridos e tudo!).

Na segunda etapa, o ambiente é ampliado: é o Torneio Interno, no qual os alunos das turmas de mesma idade se reúnem, num único dia especial, para disputar o caneco. Há premiações especiais como artilheiro e craque – e aí já tem arquibancada cheia, árbitro oficial e toda a roupagem competitiva bem caracterizada. (Aliás, já inscreveu seu craque?)

Na terceira etapa abrimos o clube para receber equipes de fora: é a Copinha do Mundo de Futsal. Durante quatro meses, de agosto até novembro, instituições como o Colégio São Vicente, a Escola Eleva, o Paissandu e a Hípica vêm jogar conosco uma maravilha de campeonato, em que cada time formado por cada instituição recebe o uniforme de uma seleção (Argentina, Itália, Alemanha, etc). Cada instituição forma diversas seleções.

O bicho pega no ginásio, papai e mamãe quase têm um ataque do coração, mas é uma farra muito legal e emocionante e, afinal, medimos nossas forças numa situação ainda mais difícil! Tudo com comprometimento pedagógico e com clubes e escolas parceiras de muitos anos. As inscrições serão em breve!

Há, ainda, uma viagem para a Espanha, para jogar no evento ‘Top12 Experience’ – e treinar junto aos profissionais de futsal do Barcelona! A próxima está marcada para Fevereiro de 2020 e vamos divulgar (interessados já podem enviar e-mail!).

A ideia, assim, é percorrer um caminho gradual, do ambiente mais controlado e previsível, até o mais aberto, desconhecido. Tudo isso visa proporcionar um cuidado, pois acreditamos na força educativa da competição, desde que tenha parâmetros e progressão.

Existem, no Rio e no Brasil, muitos ambientes competitivos ruins e violentos, que acabam por inibir a boa competição e estimulam atitudes ruins de torcida e jogadores. Acreditamos que isso se deva, em parte, por conta de os estímulos não serem graduais – e por faltar cuidado e respeito com a meninada

Por fim, é claro que mesmo em nossa ideia de progressão, naturalmente, há choros e velas, dificuldades e tudo o mais. O futebol é assim, alegria e drama. O que procuramos estabelecer, no entanto, são contornos emocionais, psicomotores, sociais e pedagógicos para que a criança não entre em desamparo.

Este é o nosso compromisso.

Aquele abraço, saudações esportivas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top