skip to Main Content

Porcarias amarelas de milho

“Produtos alimentícios baseados no milho e com muitos aditivos químicos são reconhecidamente um dos maiores indutores do ganho de peso; mas, de uma perspectiva convencional, de contabilidade de crescimento, são uma grande coisa. O agronegócio é pago para cultivar o milho (frequentemente subsidiado pelo governo), e os processadores de alimentos são pagos para adicionar toneladas de químicos para criar um produto formador de hábito – desta forma, irresistível.
Ao longo do caminho, cientistas são pagos para descobrir a melhor mistura de sal, açúcar e químicos para tornar o último alimento instantâneo viciante ao máximo; publicitários são pagos para criar interesse em torno dele; e a indústria farmacêutica faz uma fortuna tratando das doenças que dele inevitavelmente resultam. (…)
É claro que o equilíbrio entre a soberania do consumidor e o paternalismo é sempre delicado. Mas certamente poderíamos começar a obter um equilíbrio mais saudável que o que temos dando ao público mais e melhor informação através de diversas plataformas, de forma que ele pudesse fazer escolhas políticas e de consumo mais conscientes.”
[Adaptado de K. Rogoff, O Globo, 06/02/2012]
This Post Has 3 Comments
  1. Boa Biga! O sabor dos salgadinhos é perfeito demais, né brow, n se produz um sabor assim, padrão, sem muito esforço, o q quero dizer, sem uma intenção poderosa, uma maldade qq pelo fundo, além do dinheiro. Eu desconfio. LaRocka.

  2. O Chutebol como sempre fazendo parte da conscientizaçao dos seus leitores.

    Adorei o post e concordo plenamente com a inutilizaçao de qualquer tipo de "porcarias amarelas de qualquer cereal" princialmente em crianças.
    Gostaria de ressaltar que o uso de aditivos é cada dia maior num país como o Brasil onde a emergencia das classes mais baixas da sociedade está intimamente ligada a um desejo pelo consumo de "coisas" industrializadas, dentre eles os alimentos.
    Tecnicamente, os aditivos nao trazem mal à saúde. Todas as substâncias que sao liberadas para uso em humanos sao toxicologimamente aprovadas por agencias de vigilancia. O que acontece regularmente é uso quase criminoso da publicidade.
    Os "zero calorias", "sem gordura trans", "contém vitamina C" ou "vitaminas e minerais" sao na maioria das vezes enganosos. As vitaminas e minerais prometidos no rótulo estao em concentraçao baixissimas – pois sao aditivos – apesar de serem vendidos como nutrientes. Aqueles que prometem "zero" de alguma coisa sao praticamente impossíveis na industria alimenticia, do ponto de vista de processamento.
    Aos pais…cuidado com a quantidade de sódio e glutamato monossódico ingerido por suas crianças. A utilizaçao desses aditivos na maioria das vezes aumenta a sensibilidade das papilas gustativas e favorecem a ingestao de uma quantidade muito maior de "porcarias amarelas".
    Num país tropical, por que nao abusar das frutas da estaçao?

  3. RODRIGO ESTÁ CERTÍSSIMO. PROCURO SEMPRE COMER E DAR ALIMENTOS SAUDÁVEIS PARA MINHA FILHA. EVITO DOCES, REFRIGERANTES E ALIMENTOS COM CONSERVANTES. ACHO QUE SE CADA UM FIZER UM POUQUINHO TODOS CONSEGUEM SE ALIMENTAR MELHOR E SAIR DAS FAMOSAS REFEIÇÕES RAPIDINHAS RS.
    DRICA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top