skip to Main Content

Torneio Interno de Dezembro: Resultados!

Alô, Galerinha!

Foi uma festa só! O Torneio Interno de Dezembro/2012 foi um fechamento pra lá de legal, com jogadas bonitas, partidas disputadas, emoção e… claro, muitos gols!! Seguem abaixo os resultados, a premiação especial, fotos e um pequeno comentário! Ah, todas as fotos do Torneio estão em:
www.picasaweb.google.com/rodrigotupicarvao

Ou ali embaixo, clique em ‘Nossas Fotos‘ à direita no blog.

[Que alegria!!]
Categoria sub-9:
Campeão: Qualquer Coisa FC
Vice-Campeão: Avassaladores FC
3o Lugar: Bola de Fogo
4o Lugar: Brazuca
Craque: Gianluca
Artilheiros: Bernardo Pessoa e Davi
Medalha Raça: Flavio Loureiro
Goleiro: João Felipe
[Capricha no passe, jogadora!!]
Categoria sub-12:

CampeãoSei Lá FC
Vice-CampeãoIbis
3o LugarAnônimos
4o LugarKFC

CraqueMarcelo Ibañez
ArtilheiroMarcelo Ibañez
Medalha RaçaFrancisco Porto
GoleiroBernardo Cardeal

[É GOOOL!!]


Categoria sub-16:


CampeãoWild Cats
Vice-CampeãoCavacas
3o LugarLaranjinha e Acerola

CraqueDaniel Saeta
ArtilheirosJoaquim Knox e Guilherme Rocha
Medalha RaçaArtur Zenóbio
GoleiroVinícuis Sambonha

[Na Raça!!]
Categoria Feminino Adulto:

CampeãoLaranja Atômica
Vice-CampeãoCavacas
3o LugarVagalume
4o Lugar: Tartarugas Ninja
CraqueNathália
Artilheira: Nathália
Medalha RaçaTeka
GoleiroToca
***

Gostaríamos de agradecer a presença de todos os jogadores e jogadoras, bem como a força que os familiares sempre dão – sem vocês, nada disso poderia funcionar! Chegamos a mais um final de ano com a sensação do dever cumprido, tendo lidado com o planejamento pedagógico e suas incertezas, seus desvios e suas surpresas
Uma questão que se apresentou foi a de quando um jogador inscrito falta no dia do Torneio. Decidimos manter as equipes, (claro, a equipe tendo o número mínimo de atletas para permanecer na quadra – 5, no caso), por uma questão de experiência. Explico.
A experiência profissional nos aponta que, em que pese todo o planejamento realizado, há que se aprender com os imprevistos. Então, noutras vezes, quando alguém faltava, mexíamos nas equipes, que são previamente acertadas com os jogadores, e divulgadas aqui na web. E isso não ficava legal. O jogador que saía de sua equipe se sentia injustiçado (afinal, ele compareceu e cumpriu sua parte); muitas vezes o suposto faltoso chegava atrasado (e aí era uma confusão pra fazer e desfazer, porque temos critérios técnicos para fazer as equipes); muitas vezes impedia-se uma equipe de atravessar um momento difícil, que é próprio do jogo.
Então, claro, também há imperfeições em nossa opção de não mexer nas equipes, pois quando há falta é sempre ruim – mas ao menos percebemos que estamos valorizando aquele que cumpre sua parte; aquela equipe que se apresenta completa não é punida com a perda de um jogador; aos alunos é propiciado a vivência de algo que existe no jogo e na vida, a ausência de alguém. E aí cabe ao professor dar o suporte e o acolhimento necessário (na quadra), bem como os pais (na arquibancada). Assim, uma equipe desfalcada vai atravessar esta dificuldade, com o nosso suporte, e depois cobrar dos faltosos. 
Esta foi nossa opção. Uns vão concordar, outros, não. Mas fazemos tudo planejado e, com as incertezas que não cabem num planejamento, vamos de acordo com a experiência, e esta assim nos foi apontada. Nada fazemos ao acaso, pois temos inclusive de aprender com ele.
Um grande abraço, obrigado mais uma vez e BOAS FESTAS E MUITOS GOLS PARA 2013!!
This Post Has 8 Comments
  1. valeu Rodrigo, mais um ano se passa, e você nos encantando com seu excelente trabalho, é isso aí garoto parabéns…
    estaremos juntos em 2013.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top