skip to Main Content

Competindo em 2022

Prezados/as Torcedores Responsáveis,

A partir deste período do ano, em nossa metodologia, após recebermos e acolhermos as turmas, entramos no período de competições.

O tempo necessário para alunos e alunas se conhecerem melhor, criarem certo ambiente de camaradagem e fundarem os alicerces da tática de jogo é, justamente, o que nos permite avançar. Nosso planejamento competitivo é feito ‘de dentro para fora’, ou seja: primeiro competimos entre nós, lidamos com as diversas questões que o estresse competitivo suscita – e depois encaramos adversários de fora do clube!

Funciona assim:

Turmas de 5 a 7 anos: ainda não há competição propriamente dita. O próprio ganhar e perder do cotidiano das aulas, sem torneios, já é em nosso entendimento o estímulo adequado para a idade. As questões sociais e psicomotoras têm prioridade absoluta na formação da criança, nas aprendizagens e em sua personalidade.

Turmas a partir de 08 anos: Seguem  a progressão abaixo.

> Torneio ‘À Vera’, que é disputado durante todo o mês de maio no cotidiano das aulas, sem que haja um dia especial para isso. Cada turma é dividida em equipes, e ao final do mês quem fizer mais pontos, vence. As questões competitivas já aparecem: a ideia de ‘justiça’ no futebol, o craque do time que falta, a superação, a discussão com o juiz, as viradas, as goleadas… Tudo vai sendo trabalhado no dia a dia das aulas, com os professores tendo maior controle das condições de temperatura e pressão.

> Torneio Interno, que será disputado num sábado especial a ser divulgado em breve. Aí, as diversas turmas de nosso projeto já se misturam, já há jogos com desconhecidos, num momento em que a torcida (familiares e amigos) vão prestigiar e torcer. As exigências de desempenho e entendimento do jogo aumentam, tem árbitro oficial, troféu de campeão, medalha de artilheiro, de craque… haja frio na barriga! No link, a última edição: https://projetochutebol.com.br/registro-torneio-interno-dezembro-2019/

> Copinha do Mundo, a cereja do bolo que a meninada espera e começa no segundo semestre, com amistosos no meio do ano. É o período em que as habilidades emocionais, sociais e técnico-táticas são mais exigidas, pois jogamos contra diversas instituições ao longo de quatro meses. As arquibancadas lotam, o ginásio ferve, e toda a preparação feita é o nosso solo para suportar momentos difíceis – e também, é claro, para comemorar nas vitórias! No link, a última edição: https://projetochutebol.com.br/copinha-2019-resultados-das-finais/

Aos poucos vamos evoluindo, procurando respeitar o tempo da infância e da adolescência. Buscamos sustentar o jogo (e as competições do futsal) de braços dados com o amadurecimento emocional.

Ficamos à disposição e contamos com o seu apoio – e sua torcida!

Aquele abraço, saudações esportivas

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top